Notícias

Fique por dentro de todas as notícias e informes

20/11/2020

Aplicativos são usados como ferramentas de metodologia ativa nas aulas

Com o intuito de estimular a pesquisa e a memória, melhorar o processo de assimilação dos conteúdos pedagógicos, solucionar desafios, promover reflexões e engajar estudantes no processo de ensino-aprendizagem, a professora de História do Instituto Nossa Senhora da Glória – INSG/Castelo, Ivana Matos, tem utilizado aplicativos, jogos e murais em suas aulas.

Exemplo disso são os trabalhos desenvolvidos, por meio do Microsoft Sway, pelas turmas do 9º ano do Ensino Fundamental II e 1ª série do Ensino Médio. Os estudantes do 9º ano trabalharam o “resgate dos acontecimentos mais importantes no período dos governos populistas”, focando no impacto na cultura brasileira e na sociedade da época.

Já o “resgate da memória e da cultura africana” fez parte da proposta dos alunos da 1ª série do Ensino Médio. Nesse contexto, as turmas tiveram que buscar dentro da história do povo africano e seu processo de dispersão, ocasionada pelo preconceito e perseguição, a relação construída com o Brasil por meio de poetas negros que registraram, em forma de poesia, as questões sociais, a beleza de sua raça e as mazelas sofridas.

“O uso de metodologias ativas tem como foco ajudar os alunos a desenvolverem o gosto pelo aprendizado e pela pesquisa, tornando-os protagonistas de seus conhecimentos e são uma realidade na nossa escola há algum tempo. A utilização de aplicativos e jogos eletrônicos são estratégias de aprendizado repletas de benefícios”, ressaltou a professora Ivana Matos.