12/05/2023

Conselheiro Geral para a Comunicação cede entrevista à RSB

No encerramento do segundo dia do Encontro Internacional dos Responsáveis ​​do Boletim Salesiano, em Roma, na Itália, foi lançado o novo livro do Conselheiro Geral para a Comunicação Social da Congregação Salesiana, Pe. Gildásio Mendes, intitulado "Dom Bosco e a Realidade Digital". O livro conta com a revisão de Margherita Ferro e capa assinada por Fabrizio Emigli.

Pe. Gildásio, que também é presença confirmada no I Encontro Nacional de Comunicação da Rede Salesiana Brasil (ENAC), que acontecerá de forma totalmente on-line nos dias 30 e 31 de maio, cedeu uma entrevista à equipe de Comunicação da RSB. Confira:

RSB - Qual seria a importância, para a Família Salesiana, de compreender a metodologia digital em prol da evangelização da juventude, em especial daquela em situação de vulnerabilidade social?

Pe. Gildásio - Respondo com uma pergunta: Como um adolescente comunica on-line com seus pais e seus professores? De igual para igual, isto é, de forma horizontal.  A hierarquia da relação se torna mais familiar, mais próximo, mais amigável. Isto não significa que nesse modelo digital de comunicar se perde o sentido de autoridade. A interatividade digital é como um jogo de pingue-pongue.  Não se joga sozinho. O outro é importante, o time é necessário. Digital é rede! É trabalhar junto, é colaborar com o que sei com o outro que também sabe.  Este modo de descobrir o valor do outro para eu comunicar deve gerar uma “humildade digital”, que me ajuda a valorizar o outro, a estar a serviço do outro. Neste sentido, podemos falar em evangelizar no digital: saio de mim para ajudar o outro. A parábola do Bom Samaritano pode ser o texto de inspiração para quem quer evangelizar os jovens no mundo de hoje. Ser para os outros. 

RSB - Como o novo livro se relaciona com a série de artigos “Dom Bosco e a realidade digital e virtual” também de sua autoria?

Pe. Gildásio - Tenho escrito muito sobre o tema digital e virtual, mas aproveito os meus artigos para organizar palestras, apostilas de cursos e livros. Aproveitei de vários artigos da série “Dom Bosco e a Realidade Digital” para elaborar o novo livro que está apenas saindo.

RSB - Há alguma história inusitada/engraçada que o senhor possa compartilhar conosco sobre o processo de criação do novo livro?

Pe. Gildásio - Os textos que publico geralmente são traduzidos em italiano, espanhol, inglese, francês e polonês. Às vezes traduzem em outras línguas como o chinês, árabe e coreano, por exemplo. É um sentimento muito bom ver que o que escrevo pode chegar a tanta gente de tantas culturas e línguas diferentes. Escrevi o livro “Dom Bosco e a Realidade Digital” pensando em todos os jovens de todo o mundo.

Não sei se é engraçado, mas o que mais exige de mim ao escrever um livro é pensar no título e capa do livro. Exige um bom tempo. A capa deste livro de Dom Bosco foi feita por um artista gráfico italiano, Fabrizio Emigli, e já estou pensando na capa e título do próximo livro.

RSB - Existe alguma parte que o senhor possa destacar como um “spoiler” do que encontraremos pelas páginas do novo livro?

Pe. Gildásio - Dom Bosco como padre novo estudou muita geografia. Como seu professor, chamou um ex-aluno do Oratório de Valdocco, chamado Marchisio. Este professor desenhou os mapas das cidades da Itália. Portanto, um grande geógrafo. Por que Dom Bosco queria tanto aprender geografia? No meu livro mostro a relação do conhecimento e da mentalidade geográfica de Dom Bosco com o modo que é desenhada a arquitetura digital, as redes, os instrumentos digitais como o celular, a relação da geografia com o GPS, os satélites. Geografia está relacionada com linhas conectadas, gráfico, design, estética, transmissão de informação, sistema de dados, tudo é geográfico e geometricamente organizado e disponibilizado. É só pensar no GIS (Sistema de Informação Geográfico, em tradução para o português) que tem a ver com sistema de hardware, software, informações computacionais, etc. Pensemos, por exemplo, no sistema meteorológico ou nos aplicativos, todos eles seguem uma estrutura e sistematização geográfica. E Dom Bosco? O que tem a ver com isso? Como Dom Bosco era construtor, ajudava o seu arquiteto a desenhar a Basílica de Maria Auxiliadora em Turim, o Sagrado Coração em Roma.... Os nossos pátios têm um sistema de espaço, o Sistema Preventivo baseia na geometria espacial, na geografia das relações. 

Dom Bosco aprendeu a caminhar sobre uma corda, quando era ainda adolescente. O que diz a inteligência múltipla sobre isto? Dom Bosco soube desenvolver uma grande capacidade de amar os jovens, de relacionar-se com eles como pai, acolher e cuidar. O que diz a inteligência emocional sobre isto? O que podemos aprender de Dom Bosco hoje sobre habitar, educar e evangelizar no digital?

Dom Bosco escreveu vários livros com muitos temas, desde a álgebra, o almanaque do agricultor, o jovem instruído ou a biografia de alguns dos seus educandos. O que tem a ver álgebra com almanaque para o agricultor saber as melhores estações para plantar, colher e o seu jeito de escrever como storyteller?

Neste livro, abro novas portas de leitura sobre o grande Dom Bosco. Na verdade, sabemos muito pouco da grandeza humana, espiritual, comunicativa, inovativa do Santo dos Jovens.  

Dom Bosco viveu uma espiritualidade profunda, simples e prática. Deus e Nossa Senhora estavam no centro de tudo que viveu e fazia. Qual o segredo da sua santidade?

RSB - Quanto tempo o senhor precisou para escrever esta nova publicação?

Pe. Gildásio -  O livro é pequeno, cerca de 112 páginas, publicado pela Editora Elle di Ci, de Turim.  Escrevi dois capítulos por mês, diria.

RSB - Há alguma intenção de traduzir a obra para outras línguas? Se sim, quais?

Pe. Gildásio -  Certamente! Já estamos traduzindo para o francês, inglês, espanhol, português e polonês.

RSB - Como podemos ter acesso ao livro “Dom Bosco e a Realidade Digital”?

Pe. Gildásio -  Disponível no site da editora Elle di Ci (cliquei aqui para acessar). 

RSB - O senhor já é presença confirmada e aguardada no I Encontro Nacional de Comunicação da Rede Salesiana Brasil que acontecerá, de forma on-line, nos dias 30 e 31 de maio. Quais são as suas expectativas para o evento?

Pe. Gildásio -  Primeiramente, será um grande prazer ver, escutar e estar on-line com cada um dos educadores comunicadores da Rede Salesiana Brasil que participarão deste importante encontro. Eu e a Conselheira Mundial da Comunicação das FMA, Ir. Maria Ausília Siena, vamos estar juntos neste encontro e é a primeira vez que participamos juntos de um evento on-line com nossa gente do Brasil.

Os salesianos, salesianas e leigos que animam, fazem a gestão e o governo da RSB têm realizado um caminho muito bonito e original de trabalhar em rede, de viver e trabalhar juntos, motivados pelo carisma salesiano a serviço dos jovens. Penso que será um encontro marcante e importante para todos nós!

Juntos, caminhemos na corda das coisas sólidas e da leveza das coisas para comunicar no tempo das grandes mudanças.

Por Equipe de Comunicação da Rede Salesiana Brasil

Compartilhe