11/01/2024

Egressas do UNISAL são aprovadas em Programas de Mestrado

Egressas do UNISAL são aprovadas em Programas de Mestrado

O ano de 2023 foi marcado por grandes conquistas para duas ex-alunas do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), unidade Campinas. Ana Carolina Silva e Marina Piccolo, egressas do curso de Psicologia do campus São José, foram aprovadas no Mestrado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Ana Carolina Silva, 24 anos, formada pelo UNISAL em 2022, vai integrar a turma de 2024.1 do Programa de Pós-Graduação em Educação, inserida na linha de pesquisa de Psicologia e Educação, no grupo de pesquisa Diferenças e Subjetividades em Educação (DiS).

“O Mestrado para mim, hoje, é uma continuidade importante do percurso que desenvolvi no UNISAL e uma conquista que consolida os anos de dedicação que tive em meus estudos, as reflexões e inquietações que tenho em relação a profissão que escolhi e os compromissos éticos e políticos que eu tenho enquanto psicóloga e pesquisadora. Além disso, sempre tive o desejo de ser professora. Creio que esse seja o primeiro passo para a concretização desse sonho também. Então estou muito feliz que isso esteja se construindo em minha vida. É só o começo!”, comentou a egressa.

 

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS PARA O DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL DE MULHERES NEGRAS

Ana Carolina destaca a importância da educação das relações étnico-raciais para o desenvolvimento pessoal e profissional de mulheres negras. Quando aluna do UNISAL, participava ativamente do Núcleo de Educação das Relações Étnico-Raciais, sob a coordenação da Prof.ª Me. Maisa Elena Ribeiro, que foi sua docente durante o Curso de Psicologia, e que muito contribuiu para a concretização da aprovação para o Mestrado.

No núcleo, Ana Carolina desenvolveu um apreço pela produção de conhecimento, especialmente pelo que está ligado à sua realidade como mulher negra. A compreensão das marcas do racismo na sociedade brasileira e os impactos na população negra também a ajudaram a desenvolver um olhar crítico sobre sua realidade.

“Tenho comigo que tudo que aprendi e partilhei junto ao Núcleo foi essencial em minha formação acadêmica, porque me proporcionou um olhar mais amplo sobre a sociedade brasileira, e o meu papel enquanto psicóloga. É essa base que estou levando para o meu mestrado – e para a minha vida profissional”, ressaltou.

 

A RELAÇÃO ENTRE A PSICOLOGIA ESCOLAR E A PSICANÁLISE

Marina Piccolo, 43 anos, concluiu o Curso de Psicologia em 2023 e, neste ano de 2024, integrará o Programa de pós-graduação em Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitação, da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.

“O título do meu projeto é ‘Psicopatologias na infância: contribuições da Psicanálise para o diálogo entre escola, família e profissionais da saúde’. Com essa pesquisa, pretendo me aprofundar na relação entre a Psicologia Escolar e a Psicanálise, buscando contribuir de alguma forma para ampliar essas conexões”, destacou Marina.

Na opinião da psicóloga, o UNISAL facilitou o caminho até o mestrado: “Ao me colocar em contato com professoras incríveis, que incentivaram a continuidade dos meus estudos, proporcionaram o acesso a esse conhecimento e me mostraram como ir além do conteúdo da sala de aula”.

Ao longo de cinco anos, os estudantes do Curso de Psicologia do UNISAL desenvolvem habilidades para exercer a profissão com metodologias atualizadas e orientação de professores experientes. Além das aulas teóricas, os alunos têm acesso a diversas oportunidades para expandir seu conhecimento, participando de projetos que atendem a comunidade, programas de monitoria e uma ampla gama de estágios, o que desempenha um papel importante na preparação para sua atuação profissional após a graduação.

Por Assessoria de Imprensa do UNISAL / Entrevistas: Klaus Werner / Texto: Renata Moraes

Mais Recentes

UniSales recebe prêmio de Inovação Semesp

O Centro Universitário Salesiano (UniSales), de Vitória (ES), foi reconhecido com o primeiro lugar no Prêmio de Inovação no Ensino Superior “Prof. Gabriel Mário Rodrigues”, organizado pelo Semesp, entidade que representa mantenedoras de ensino superior do Brasil. O UniSales foi premiado pelo projeto “Jornada Socioemocional: Aplicativo WEB de avaliação do desenvolvimento de soft skills no ensino superior”, que apresentou o desenvolvimento de um aplicativo que possibilita a avaliação de competências socioemocionais dos acadêmicos do UniSales. Por meio do aplicativo, os estudantes poderão acompanhar e avaliar o desenvolvimento de suas capacidades socioemocionais durante a graduação, possibilitando o desenvolvimento das soft skils tão valorizadas no mercado de trabalho moderno. Para a Reitora do UniSales, Profa. Dra. Carmen Luiza, o resultado certifica que o modelo pedagógico do UniSales e a valorização da formação de competências socioeducacionais estão alinhadas com as necessidades reconhecidas para a educação e para o mercado de trabalho. “Entendemos que no mercado de trabalho, não são só as competências técnicas que são requeridas, mas principalmente as competências socioemocionais. Esse prêmio, para nós, é um reconhecimento que afirma que estamos muito alinhados e enxergando as necessidades da formação superior”, destacou. A reitora comentou ainda que a premiação reforça a necessidade e cria a perspectiva de novas iniciativas que preparem as habilidades socioemocionais dos estudantes. “Esse reconhecimento nos faz enxergar a possibilidades de caminhos ainda mais transformadores, sobre o que é possível entregar para inovar a estrutura dos desenvolvimentos socioemocionais na instituição”, afirmou Carmen. O Professor e Pró-Reitor acadêmico do UniSales, Alexandre Cardoso Aranzedo, elaborou a metodologia que embasa o aplicativo. Reconhecendo a importância do ecossistema relacionado ao Semesp, que tem atuado amplamente na elaboração e acompanhamento das iniciativas voltadas para inovação em educação no Brasil e no mundo, Alexandre apontou que a metodologia responde à uma necessidade de desenvolvimento de habilidades socioemocionais que, atualmente, são parte das grandes necessidades do mercado, como apontado em diversos estudos como o Future of Jobs Report 2023, do World Economic Forum. “Nós somos uma instituição formadora de profissionais para esse mercado que, há quase cinco anos, reconhecemos essa necessidade e mudamos a proposta pedagógica para formar profissionais que desenvolvem, além das habilidades técnicas necessárias, as habilidades socioemocionais”, explicou Alexandre. AVALIAÇÃO DA JORNADA SOCIOEMOCIONAL Para além de reconhecer essa importância, a metodologia da jornada socioemocional deu tangibilidade a esse desenvolvimento de competências socioemocionais. A jornada prevê momentos de autoavaliação, avaliação do estudante pelos pares e a avaliação dos grupos em que ele se insere, todas em sigilo, minimizando as possibilidades de avaliação contaminada por constrangimentos. As avaliações estão divididas em dez macro competências. A metodologia foi desenvolvida pelo Pró-Reitor Acadêmico, Psicólogo e Professor do UniSales, Alexandre Cardoso Aranzedo, e pela professora do curso de Psicologia do UniSales, Christyne Gomes Toledo. O aplicativo foi desenvolvido pelo Coordenador dos cursos da área de Tecnologia do UniSales, Marcelo Albuquerque Schuster, juntamente com os estudantes do curso, por meio da Fábrica de Software. PRÊMIO PROF. GABRIEL MÁRIO RODRIGUES O Prêmio de Inovação no Ensino Superior “Prof. Gabriel Mário Rodrigues” foi criado pelo Semesp para reconhecer profissionais que trabalham em prol da inovação da educação superior brasileira e é um reconhecimento ao Prof. Gabriel Mário Rodrigues, notável pioneiro da educação e um dos principais responsáveis pela posição de relevância alcançada pelo sistema educacional superior privado no país. Durante sua trajetória como mantenedor e dirigente de entidades representativas do ensino superior privado brasileiro, o homenageado sempre mostrou enorme preocupação e aguda sensibilidade com a ampliação dos horizontes e o aperfeiçoamento do sistema educacional superior privado, por meio da adoção de melhorias contínuas e soluções inéditas para a dinâmica e as competências do ambiente acadêmico. A premiação, que contou com a parceria do Consórcio STHEM Brasil, aconteceu no dia 27 de junho de 2024, durante o Seminário “O Admirável Futuro do Ensino Superior”. Fonte: Inspetoria São João Bosco / Foto: Centro Universitário Salesiano (UniSales), Vitória (ES)

UCDB recebe o prêmio Ipê Amarelo de Meio Ambiente

Projeto Ceippam e Projeto Takakura são reconhecidos no II Prêmio Ipê Amarelo de Meio Ambiente concedido pela CREA-MS

UniSALESIANO envia livros para Aldeia Meruri

O curso de Pedagogia do UniSALESIANO – Lins enviou mais de 1.000 livros para fortalecer a formação de professores e a educação na Aldeia Meruri, em Mato Grosso

Receba as novidades no seu e-mail

Somos Rede
O futuro que você merece

Siga a RSB nas redes sociais:

2024 © Rede Salesiana Brasil