08/04/2022

UCDB na lista do SCimago Institutions Rankings

UCDB na lista do SCimago Institutions Rankings

A Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), em Campo Grande (MS), estreia em 72º no SCimago Institutions Rankings (SIR), indicador internacional no meio científico que avalia instituições de ensino superior e de pesquisa classificando-as por meio de três conjuntos diferentes de métricas. São quatro Quartis, ou seja, a UCDB está no topo com Q1, um reconhecimento para uma Universidade que prima pelo ensino, pesquisa, extensão e pastoral. “É um importante ranking no meio científico, estarmos configurando entre as 205 instituições no Brasil é algo fantástico, melhor ainda na posição 72”, comemora o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UCDB, Dr. Cristiano Marcelo Espínola Carvalho.

 

O ranking de pesquisa leva em conta o volume, impacto e qualidade da produção de pesquisa da instituição. No ranking de inovação é calculado com base no número de pedidos de patentes da instituição e nas citações que sua produção de pesquisa recebe de patentes. Para o ranking social, o número de páginas do site da instituição e o número de backlinks e menções das redes sociais são levados em conta. “São mais de 2.600 instituições de ensino superior no Brasil e ficar nesta posição é definitivamente uma conquista dificílima e que resulta de muitas décadas de trabalho sério, valorizando o tripé pesquisa, ensino e extensão”, completa o professor e pesquisador, Dr. Hemerson Pistori.

 

 PROFESSORES DESTAQUES NA RESEARCH.COM 

 

Dois professores da Católica também integram como pesquisadores no indicador Research.com. O Prof. Dr. Octavio L. Franco, coordenador do programa de pós-graduação em Biotecnologia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) foi listado na Research.com em terceiro lugar no Brasil na área de microbiologia, sendo 11.986 citações e 342 publicações. No ranking mundial está na 975 colocação.

 

Franco lida principalmente com Peptídeos Antimicrobianos, Antimicrobianos, Bioquímica, Antibióticos e Microbiologia. Sua pesquisa de peptídeos antimicrobianos integra questões do sistema imunológico inato, biologia computacional e doenças humanas. Octavio L. Franco combina assuntos como morbidade humana, bioinformática, resultado de tratamento, biotecnologia e drogas peptídicas com seu estudo de antimicrobianos.

 

Já o Prof. Dr. Heitor Miraglia Herrera, professor da pós-graduação em Biotecnologia e em Ciências Ambientais e Sustentabilidade Agropecuária da UCDB também foi listado pelo indicador Research.com. Ele está em 50º colocação na área de ciência animal e veterinária, com 1.908 citações e 120 publicações. No mundo está em 1.244º lugar.

 

Medicina da Conservação e Saúde Única são suas principais áreas de estudo. Seu grupo de pesquisa no CNPq – Interface entre a Saúde Animal, Ambiental e Humana (www.insanahuna.com) combina tópicos em áreas como biologia, ecologia, parasitismo e saúde.

 

Fonte: Missão Salesiana do Mato Grosso

 

Mais Recentes

UniSales recebe prêmio de Inovação Semesp

O Centro Universitário Salesiano (UniSales), de Vitória (ES), foi reconhecido com o primeiro lugar no Prêmio de Inovação no Ensino Superior “Prof. Gabriel Mário Rodrigues”, organizado pelo Semesp, entidade que representa mantenedoras de ensino superior do Brasil. O UniSales foi premiado pelo projeto “Jornada Socioemocional: Aplicativo WEB de avaliação do desenvolvimento de soft skills no ensino superior”, que apresentou o desenvolvimento de um aplicativo que possibilita a avaliação de competências socioemocionais dos acadêmicos do UniSales. Por meio do aplicativo, os estudantes poderão acompanhar e avaliar o desenvolvimento de suas capacidades socioemocionais durante a graduação, possibilitando o desenvolvimento das soft skils tão valorizadas no mercado de trabalho moderno. Para a Reitora do UniSales, Profa. Dra. Carmen Luiza, o resultado certifica que o modelo pedagógico do UniSales e a valorização da formação de competências socioeducacionais estão alinhadas com as necessidades reconhecidas para a educação e para o mercado de trabalho. “Entendemos que no mercado de trabalho, não são só as competências técnicas que são requeridas, mas principalmente as competências socioemocionais. Esse prêmio, para nós, é um reconhecimento que afirma que estamos muito alinhados e enxergando as necessidades da formação superior”, destacou. A reitora comentou ainda que a premiação reforça a necessidade e cria a perspectiva de novas iniciativas que preparem as habilidades socioemocionais dos estudantes. “Esse reconhecimento nos faz enxergar a possibilidades de caminhos ainda mais transformadores, sobre o que é possível entregar para inovar a estrutura dos desenvolvimentos socioemocionais na instituição”, afirmou Carmen. O Professor e Pró-Reitor acadêmico do UniSales, Alexandre Cardoso Aranzedo, elaborou a metodologia que embasa o aplicativo. Reconhecendo a importância do ecossistema relacionado ao Semesp, que tem atuado amplamente na elaboração e acompanhamento das iniciativas voltadas para inovação em educação no Brasil e no mundo, Alexandre apontou que a metodologia responde à uma necessidade de desenvolvimento de habilidades socioemocionais que, atualmente, são parte das grandes necessidades do mercado, como apontado em diversos estudos como o Future of Jobs Report 2023, do World Economic Forum. “Nós somos uma instituição formadora de profissionais para esse mercado que, há quase cinco anos, reconhecemos essa necessidade e mudamos a proposta pedagógica para formar profissionais que desenvolvem, além das habilidades técnicas necessárias, as habilidades socioemocionais”, explicou Alexandre. AVALIAÇÃO DA JORNADA SOCIOEMOCIONAL Para além de reconhecer essa importância, a metodologia da jornada socioemocional deu tangibilidade a esse desenvolvimento de competências socioemocionais. A jornada prevê momentos de autoavaliação, avaliação do estudante pelos pares e a avaliação dos grupos em que ele se insere, todas em sigilo, minimizando as possibilidades de avaliação contaminada por constrangimentos. As avaliações estão divididas em dez macro competências. A metodologia foi desenvolvida pelo Pró-Reitor Acadêmico, Psicólogo e Professor do UniSales, Alexandre Cardoso Aranzedo, e pela professora do curso de Psicologia do UniSales, Christyne Gomes Toledo. O aplicativo foi desenvolvido pelo Coordenador dos cursos da área de Tecnologia do UniSales, Marcelo Albuquerque Schuster, juntamente com os estudantes do curso, por meio da Fábrica de Software. PRÊMIO PROF. GABRIEL MÁRIO RODRIGUES O Prêmio de Inovação no Ensino Superior “Prof. Gabriel Mário Rodrigues” foi criado pelo Semesp para reconhecer profissionais que trabalham em prol da inovação da educação superior brasileira e é um reconhecimento ao Prof. Gabriel Mário Rodrigues, notável pioneiro da educação e um dos principais responsáveis pela posição de relevância alcançada pelo sistema educacional superior privado no país. Durante sua trajetória como mantenedor e dirigente de entidades representativas do ensino superior privado brasileiro, o homenageado sempre mostrou enorme preocupação e aguda sensibilidade com a ampliação dos horizontes e o aperfeiçoamento do sistema educacional superior privado, por meio da adoção de melhorias contínuas e soluções inéditas para a dinâmica e as competências do ambiente acadêmico. A premiação, que contou com a parceria do Consórcio STHEM Brasil, aconteceu no dia 27 de junho de 2024, durante o Seminário “O Admirável Futuro do Ensino Superior”. Fonte: Inspetoria São João Bosco / Foto: Centro Universitário Salesiano (UniSales), Vitória (ES)

UCDB recebe o prêmio Ipê Amarelo de Meio Ambiente

Projeto Ceippam e Projeto Takakura são reconhecidos no II Prêmio Ipê Amarelo de Meio Ambiente concedido pela CREA-MS

UniSALESIANO envia livros para Aldeia Meruri

O curso de Pedagogia do UniSALESIANO – Lins enviou mais de 1.000 livros para fortalecer a formação de professores e a educação na Aldeia Meruri, em Mato Grosso

Receba as novidades no seu e-mail

Somos Rede
O futuro que você merece

Siga a RSB nas redes sociais:

2024 © Rede Salesiana Brasil