Notícias

Fotos: Uma colaboração conjunta das Instituições Salesianas citadas
12/07/2024

Colégios Salesianos antecipam espírito olímpico em competições esportivas

De 26 de julho a 11 de agosto, a cidade de Paris, na França, será sede do maior evento esportivo mundial: os Jogos Olímpicos 2024. Atletas do mundo inteiro participarão de competições em diversas modalidades, em um evento cujo objetivo principal é celebrar a união dos povos e a fraternidade por meio dos esportes.

A proximidade das Olimpíadas é mais um incentivo para a realização dos jogos internos em colégios salesianos de norte a sul do país, em competições esportivas que fortalecem a proposta salesiana de educação integral dos jovens.

COLÉGIO DOM BOSCO DE CAMPO GRANDE REALIZA 54ª EDIÇÃO DOS JOGOS SALESIANOS

Os Jogos Salesianos são uma competição que mobiliza anualmente todos os estudantes do Colégio Salesiano Dom Bosco de Campo Grande (MS). A instituição literalmente para durante os dias de competição, pois até as aulas ganham uma pausa para valorizar a atividade esportiva. Neste ano olímpico, os jogos ganharam um elemento a mais de incentivo e proposta educativa.

A abertura da 54ª edição dos Jogos Salesianos aconteceu em 15 de maio, no pátio do Colégio Salesiano, no centro de Campo Grande. Estudantes, educadores, equipe pedagógica, salesianos(as) e famílias participaram do desfile das equipes que culminou com a coroação de Nossa Senhora Auxiliadora, a grande homenageada da festa.

A competição é dividida pelos níveis escolares: Educação Infantil, Fundamental I, Fundamental II e Ensino Médio. As modalidades são adequadas a cada faixa etária para que ninguém fique de fora. As principais modalidades olímpicas, como basquete, vôlei e futebol estão presentes. No entanto, também há espaço para cabo de guerra, corrida de saco, malha e outras brincadeiras lúdicas que se transformam em modalidades esportivas em perfeito espírito olímpico. Acadêmicos de Educação Física da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) participam dos Jogos, ficando responsáveis pelas arbitragens.

Simultaneamente aos Jogos, o colégio também realiza a Campanha de Solidariedade, angariando alimentos e agasalhos para doar a instituições de atendimento social da cidade, previamente cadastradas. Neste ano, excepcionalmente, 2 toneladas dos alimentos angariados tiveram como destino as famílias vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

O Diretor do Colégio, Pe. Wagner Galvão, lembra que no Sistema Preventivo Salesiano, os esportes e atividades físicas desempenham um papel fundamental na formação de bons cristãos e honestos cidadãos. “Dom Bosco frequentemente organizava jogos e atividades ao ar livre em suas escolas e oratórios, vendo nelas uma maneira bastante eficaz de educar os jovens de maneira positiva e atraente. Ele acreditava que ‘um oratório sem música e jogos é como um corpo sem alma’ e que essas atividades eram essenciais para manter os jovens engajados e motivados. Por isso, o Colégio Dom Bosco e todas as escolas salesianas pelo mundo valorizam os Jogos Salesianos”, declarou.

COLÉGIO DOM BOSCO DE PORTO ALEGRE: ESPORTE E CIDADANIA EM PRÁTICA

No Colégio Salesiano Dom Bosco de Porto Alegre (RS), o esporte está presente no pátio, no ginásio e nas quadras há 50 anos. Neste ano, a Olimbosco, os tradicionais jogos olímpicos do Colégio, completam meio século e, para celebrar esta data tão emblemática, foi criada uma nova identidade visual para o evento, além de várias atividades que serão realizadas ao longo do ano, marcando de forma significativa o cinquentenário. “Para nós, como escola salesiana, os jogos em grupo são oportunidades para desenvolver questões como companheirismo e solidariedade, tão importantes nos dias atuais”, afirma Maria Elvira Jardim Menegassi, Diretora Executiva do Colégio.

Em sala de aula, a pauta também é trabalhada pelos estudantes. Desde 2023, é oferecida para as turmas da segunda série do Ensino Médio – dentro das opções de itinerários formativos eletivos – a unidade curricular “Esportes e Relações de Poder: um olhar a partir das Ciências Humanas”. No primeiro ano, 40 estudantes participaram das aulas e, em 2024, 34 estão matriculados. “Responsabilidade e cidadania, empatia e cooperação são apenas algumas das competências desenvolvidas”, explica Wagner Flores, Professor responsável. “Nosso objetivo é analisar, de forma mais acadêmica, todas os cenários que o esporte pode nos apresentar, trazendo essas vivências para a área das Ciências Humanas”, conclui.

Moral e ética, como a questão do dopping, por exemplo; a inclusão nas modalidades esportivas, através das Paraolimpíadas; igualdade de gênero e até a problemática das apostas são algumas das temáticas abordadas com os estudantes e, num ano olímpico como 2024, os temas são ainda mais significativos. “Analisar as relações de poder relacionadas ao esporte que existem dentro da sociedade, e que fazem determinado país ter mais ou menos atletas competindo, foi um dos debates empolgantes com a turma” conta o professor, que busca referências nas mídias e – principalmente – entre os estudantes. “São eles que nos trazem os assuntos mais importantes para a roda”, explica o docente.  

“Em um momento em que buscamos o protagonismo de nossos jovens, dentro e fora da sala de aula, conversar sobre o investimento maior ou menor em cada esporte ou o porquê da França ter sido escolhida como sede neste ano amplia o repertório e o pensamento crítico de nossos estudantes e é exatamente isso o que buscamos enquanto escola salesiana”, finaliza Alexsandro Possatto, Coordenador Pedagógico do Ensino Médio.

INSG CASTELO SE DESTACA NAS ATIVIDADES ESPORTIVAS

O Instituto Nossa Senhora da Glória - INSG/Castelo, em Macaé (RJ), tem se destacado pelas suas atividades extracurriculares, especialmente pela ênfase no esporte dentro da educação salesiana.

Uma das iniciativas mais notáveis é a dos Jogos Internos do Castelo (JIC), uma competição anual que envolve alunos do Ensino Fundamental e Médio em diversas modalidades esportivas, como handebol, basquete, futebol e vôlei. Este evento não apenas promove a prática esportiva, mas também reforça valores importantes dentro da pedagogia salesiana.

Após o retorno das atividades presenciais em 2022, devido à pandemia da COVID 19, os Jogos Internos do Castelo adotaram um formato temático, adicionando um novo nível de envolvimento e significado às competições. O tema inaugural foi "Dom Bosco e Madre Mazzarello: os teus sonhos chegaram até nós", em comemoração aos 150 anos de fundação do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA). Já em 2023, o JIC celebrou os 60 anos do Colégio Castelo, dividindo as equipes de acordo com nove marcos históricos da instituição, desde a aquisição do Solar Monte Elísio no século XVIII até a expansão física e educativa nas décadas subsequentes.

O sucesso desses dois anos dos Jogos Internos incentivou um maior interesse e protagonismo dos estudantes para a atual edição, que acontece em julho. Em 2024, o tema será o bicentenário do sonho de Dom Bosco, dividindo as turmas em dez delegações cujos nomes representam valores e virtudes que os estudantes sonham para os tempos atuais: Autêntico, Esperança, União, Alegria, Respeito, Valor, Paz, Verdade, Amizade e Felicidade. Cada time tem, como patrono, um sucessor de Dom Bosco, mantendo vivo o legado do fundador da congregação salesiana.

O Coordenador de Comunicação do INSG/Castelo, Paulo Caetano, destaca que os nomes dos times foram sugeridos pelos próprios estudantes, promovendo ainda mais o protagonismo juvenil. "Isso é importante porque começamos com uma ideia em 2022, sustentamos em 2023, e deu tão certo que agora os alunos demonstram interesse pelo próximo tema. Na temática deste ano, eles passam a vivenciar o conceito do sonho de Dom Bosco, o que envolve não apenas o esporte, mas também a Pastoral e o Pedagógico", explica o Coordenador.

Juliano Lima, Coordenador das Atividades Extracurriculares do INSG/Castelo, ressalta a importância de integrar a temática salesiana com o esporte. "Essa interação entre o pedagógico e o esportivo é muito importante, pois ajuda os dois lados. Os alunos não só disputam medalhas, mas vencem seus medos, trabalham em equipe e aprendem novas temáticas através do esporte ", afirma Lima.

Dessa forma, os Jogos Internos do Castelo não são apenas uma competição esportiva, mas um meio de fortalecer a educação integral, promovendo valores e virtudes que são fundamentais para a formação dos estudantes dentro do espírito salesiano.

JOGOS INTERNOS DO SALESIANO ARACAJU INCLUEM TODOS OS ESTUDANTES NA PRÁTICA ESPORTIVA

Para promover ricas experiências esportivas, sociais e culturais, o Colégio Salesiano Aracaju, SE, realiza todos os anos o Projeto Jogos Internos. O tema desta edição foi “O esporte que motiva: sonhos, fraternidade e união". Como escola de Dom Bosco, a instituição de ensino busca a formação integral de todos os estudantes, na perspectiva de desenvolver atividades que contemplem as diversas áreas constitutivas da identidade humana, nas dimensões cognitiva, socioemocional, espiritual-religiosa, esportiva, ética e artístico-cultural.

Desde 2012, a organização do evento inova a cada edição, seja nas formas de disputa ou adicionando novas modalidades. De acordo com o Coordenador de Esportes e Educação Física, José Carlos Cunha, os Jogos Internos têm como objetivo incluir todos os estudantes do Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio na prática esportiva-cultural. "A cada ano, nossa equipe realiza um estudo para trazer novas modalidades e incluir todos os alunos na competição. Por exemplo, temos o FIFA para os alunos que gostam dos jogos digitais e o Xadrez para aqueles que não querem fazer esforço físico. Queremos abraçar a todos com a importância do esporte, da cultura e da fraternidade", afirma José Carlos.

Aline Almeida Barros, da 2ª série B do Ensino Médio, participa dos Jogos Internos desde o 6º ano do Ensino Fundamental. "Esse ano a animação da minha turma me fez participar. Mesmo sendo uma competição, tendo vencedores e perdedores, todos permanecem unidos. Têm conflitos, mas superamos com fraternidade. Eu gosto muito de participar dos Jogos", comenta.

Em 2024, as equipes do Ensino Fundamental Anos Finais participaram de disputas em 11 modalidades: Handebol, Tênis de Mesa, Judô, FIFA, Vôlei, Basquete, Natação, Futsal, Xadrez, Karatê e na prova de Robótica "Meu robô é o melhor". Já os estudantes do Ensino Médio participaram das mesmas modalidades, exceto a prova de Robótica, que foi substituída pelo Gym Dance.

SALESIANO SANTA ROSA SEDIA A ABERTURA DOS JOGOS ESCOLARES DE NITERÓI (JEN)

No dia 17 de maio, o ginásio poliesportivo Dom Bosco, no Colégio Salesiano Santa Rosa, sediou a solenidade de abertura dos Jogos Escolares de Niterói, RJ. Esta foi a segunda vez consecutiva que o colégio – a primeira casa salesiana fundada no Brasil – sediou a abertura do evento, realizado pela Prefeitura de Niterói por meio das Secretarias Municipais de Esporte e Lazer e de Educação.

Além do tradicional desfile com as escolas participantes, a cerimônia de abertura contou com o show da banda “Bloody Mary”, apresentação de “Tecido Acrobático” com o Grupo Pendurados. A estudante Maria Fernanda Capeto, do Colégio Salesiano Região Oceânica, cantou o Hino Nacional na solenidade. A Pira foi acesa pela niteroiense e ex-atleta Valeskinha, campeã olímpica em Pequim, em 2008, e filha de Aída dos Santos, atleta homenageada no troféu “Campeão Geral”, na edição do ano passado.  

De acordo com a Prefeitura, este ano participam do evento mais de 7,5 mil estudantes de 83 escolas municipais, estaduais, federais e particulares. Com jogos até dezembro, o JEN tem cinco categorias que contemplam estudantes nascidos até 2006, 2008, 2010, 2012 e 2014.

Em 2023, o Colégio Salesiano Santa Rosa se consagrou campeão geral da edição e recebeu o troféu “Professora Aída dos Santos”. No total, os Colégios Salesianos de Niterói conquistaram o pódio em 56 modalidades.

Fonte: Boletim Salesiano
Essa notícia foi elaborada com a colaboração de: Euclides Fernandes – Missão Salesiana de Mato Grosso – MSMT; Ruan Costa e Sabrina Freitas – Colégio Salesiano Santa Rosa; Alysson Nogueira – INSG/Castelo; Verônica Streliaev – Colégio Dom Bosco de Porto Alegre; Jamili Vasco – Colégio Salesiano Aracaju.

Foto: Divulgação
10/07/2024

Equipe Salesiana invicta no Campeonato Brasiliense de Vôlei

Por meio do Projeto DF Vôlei, o time da Escola Salesiana Brasília (ESB) conquistou o primeiro lugar do Campeonato Brasiliense Sub 18, desbancando o time que era a base da seleção Sub 18 do DF. A alegre surpresa da vitória se dá pelo fato de os atletas da ESB serem mais novos que o time que disputou o jogo final. “Por se tratar de uma competição acima da categoria da maioria dos atletas da nossa equipe, não tínhamos aquela cobrança com resultado, ele veio através da dedicação plena do grupo e justamente na final contra um time forte que era a base da seleção Sub 18 do DF. E para o nosso grupo, que é bem mais novo, essa vitória é muito gratificante. É a coroação do nosso trabalho”, comenta o Técnico do Projeto DF Vôlei, Adiel Carvalho. O Campeonato Brasiliense Sub 18 foi realizado pela Federação de Vôlei do DF (FVDF) e aconteceu na quadra do Colégio Cor Jesu, de Brasília (DF).

A conquista do Campeonato Brasiliense teve seus momentos de dificuldade, principalmente na final [...]. A vitória do campeonato mostra como a base do nosso time, que é muito nova e batalhadora, ainda conseguiu alcançar a vitória sobre o Supervolei, que era a base da seleção sub 18 do DF, o qual tinha a obrigação de ganhar”, comenta o estudante e atleta salesiano Henrique Hoffmann. “Ainda devo agradecer o excelente trabalho dos meus técnicos Adiel e Fabrício pelo ótimo trabalho e resiliência, sempre lá pra ajudar nas horas de dificuldade do campeonato, coordenando o time para alcançar a vitória”, conclui.

“Foi uma sensação incrível e também um desafio enorme pra mim, pois eu não atuava na posição que atuo hoje, então foi um desafio e tanto pra conseguir me adaptar as certas situações, como, o passe, a cobertura, com a visão tática e também a consciência do jogo, mas com a colaboração de todos os componentes da equipe conseguimos conquistar a vitória, mesmo o time sendo composto por uma equipe quase 100% sub 16 e o adversário ser composta por atletas da seleção de base do Distrito federal que conquistaram o 4° lugar no CBS (Campeonato Brasileiro de Seleções). Nós atletas da ESB (Escola Salesiana Brasília) conquistamos a categoria Sub 18”, conta Cristian Vieira de Castro.

PROJETO DF VÔLEI NA ESCOLA SALESIANA BRASÍLIA (ESB)

Para participar do Projeto DF Vôlei, Adiel conta que os jovens são selecionados pelo biotipo e qualidades físicas essenciais para o esporte, “mesmo que não sejam atletas, pois o nosso trabalho foca no desenvolvimento do atleta”.

A parceria com a ESB já conta resultados muito expressivos ao longo de pouco mais de um ano:

1. Campeão dos Jogos da Federação do Desporto Escolar em 2023
2. Campeão dos Jogos Escolares do DF Etapa Distrital em 2023
3. Campeão dos Jogos Escolares do DF Etapa Regional Plano Piloto em 2023 e 2024
4. Campeão Brasiliense Sub 16 - Divisão Especial 2024
5. Campeão Brasileiro Sub 18 - Divisão Especial 2024

Os estudantes salesianos ainda formaram as bases das seleções abaixo:
. Campeão dos Jogos Escolares Brasileiros da Juventude em 2023 1° Divisão 
. Vice Campeão Campeonato Brasileiro de Seleções - 1° Divisão, com as premiações para os atletas do Colégio Salesiano: Henrique Hoffmann e Ian Lima Cardosos de melhores centrais

“É uma sensação de dever cumprido e que o trabalho está sendo direcionado da forma correta. Atribuo os excelentes resultados a disciplina, dedicação e principalmente ao amor ao voleibol por parte dos atletas e comissão técnica”, comenta Adiel sobre os resultados alcançados.

Escrito por Janaína Lima

 

Fotos: Inspetoria Nossa Senhora Aparecida
09/07/2024

Celebrações de envio dão início às Experiências Missionárias 

Na primeira semana de julho, a Inspetoria Nossa Senhora Aparecida celebrou, em diversas de suas comunidades educativas, o envio dos grupos de missionários para a experiência das Semanas Missionárias, que acontecerão ao longo do mês. Os missionários, jovens e assessores, participaram do momento em suas comunidades, marcando o fim da preparação e o início da experiência missionária nos próximos dias. 

Com os educadores, colegas e familiares dos missionários, as celebrações de envio contaram com a palavra dos Diretores locais e Coordenadores de Pastoral, bênção e entrega da Cruz Missionária para aqueles que vão participar pela primeira vez. E para os missionários “veteranos”, uma oportunidade de renovar o compromisso de ir com o coração aberto para servir e partilhar o amor de Deus. 

Em cada comunidade da Inspetoria, a alegria da missão se fez presente na emoção dos jovens, no sorriso de cada missionário que parte para sua terra de missão com a cruz no peito e os olhos fixos em Jesus Cristo, acompanhados pelas orações dos familiares, amigos e das Irmãs Salesianas, impulsionados pelo acompanhamento de cada Assessor que compartilha da experiência.

A “Semana Missionária” é um projeto sólido nas casas salesianas, que chama, prepara e envia os jovens missionários, do 9º ano e Ensino Médio, para uma rica experiência de encontro e evangelização em meio ao povo, em cidades das regiões próximas às presenças da Inspetoria. As Semanas Missionárias iniciam nos primeiros dias de julho e devem acontecer durante todo o mês, de acordo com os cronogramas das regiões da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida. 

Este é o momento de todas as comunidades educativas rezarem pelos grupos que participam, pedindo a Maria Auxiliadora as bênçãos necessárias para os missionários, a fim de que vivam uma profunda experiência de encontro com Deus, com os outros e consigo mesmos.

Fonte: Inspetoria Nossa Senhora Aparecida

Foto: EQUILIBRIUM Consultoria
09/07/2024

RSB e o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos

Na última segunda-feira (08), a Diretora Executiva da Rede Salesiana Brasil (RSB), Irmã Silvia Aparecida da Silva, participou de uma importante reunião com a Chefe da Assessoria Especial de Educação e Cultura do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania (MDHC), Professora Letícia Cesarino. Na pauta da reunião, esteve a contribuição que a RSB pode dar para a atualização do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos do Governo Federal, especialmente por estar presente em todo o território brasileiro, atuando efetivamente nas áreas da educação básica ao ensino superior, e na garantia dos Direitos Humanos das crianças, adolescentes e jovens, especialmente por meio da Ação Social Salesiana em rede no Brasil. 

"Desde 2008, a partir da reflexão da Estreia do Reitor-Mor, Pe. Pascual Villanueva, estamos nos dedicando a aprofundar a temática sobre Sistema Preventivo e Direitos Humanos. Nossos documentos de referência nas diferentes áreas de atuação buscam contemplar esse binômio. Por isso, acredito que podemos contribuir na reformulação do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos, ao mesmo tempo que vamos poder aprofundar nossa relação teórica/ prática para fortalecer nossa ação educativa-pastoral", comenta Ir. Silvia.

Esta foi a primeira reunião de um processo colaborativo, que contará também com a participação de outras instituições, na busca de trazer as atualizações necessárias ao Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos para que o documento possa representar e abranger os desafios da sociedade dos novos tempos. 

Na reunião, Ir. Silvia esteve assessorada pela equipe da EQUILIBRIUM Consultoria, empresa responsável pela assessoria da RSB em assuntos institucionais e internacionais, na ocasião representada pelo seu CEO e Analista-Chefe, Ricardo Lobato, e pela sua Consultora Sênior, Mariana Petruceli.

RSB E O TRABALHO COM OS DIREITOS HUMANOS

O trabalho da Rede Salesiana Brasil na garantia dos Direitos Humanos é diário. Contando com representantes nos principais órgãos de construção de políticas públicas pelo Brasil, como o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA) e o Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), por exemplo. Além de incentivar a participação de seus colaboradores salesianos e leigos nesses espaços, a RSB também assume Compromissos Fundamentais que alinham suas iniciativas dentro de suas presenças no país. Entre seus compromissos está a Promoção dos Direitos Humanos das Crianças, Adolescentes e Jovens, que consiste em: “mobilizar e viabilizar os melhores e mais consistentes esforços para assegurar o respeito e a efetivação ao Estatuto da Criança e do Adolescente, ao Estatuto da Juventude, às leis que deles emanam e aos demais marcos normativos nacionais e internacionais que os complementam. Compromisso de agir proativamente no território para promover, proteger e defender os direitos humanos das crianças, dos adolescentes e dos jovens. Compromisso de afirmar que somente por meio deles será possível construir e manter uma sociedade com comportamento de bem-viver, que reconheça a condição peculiar e promova a igualdade de oportunidades para o desenvolvimento integral das novas gerações, concebida e sustentada por virtudes cristãs e pelo seu protagonismo enquanto sujeitos de direito”.

Conheça mais sobre a ação salesiana clicando aqui.

SISTEMA PREVENTIVO E DIREITOS HUMANOS

Poucos temas da literatura salesiana exercem tanto fascínio quanto o Sistema Preventivo de Dom Bosco. Muito mais que uma teoria pedagógica, ele constitui o arcabouço vivencial da ação salesiana, o modelo de educação que o “Santo dos Jovens” quis construir dentro da Igreja e da sociedade para o bem de incontáveis gerações de jovens, de todos os tempos e de todos os recantos do mundo.
Confira o e-book clicando aqui.


Escrito por Janaína Lima, com apoio de Ricardo Lobato

 

Fotos: Padre Tarcizio Paulo Odelli e Wellington Alderlei
08/07/2024

IV Encontro Nacional das Paróquias e Santuários Confiados aos Salesianos

Aconteceu, de 5 a 7 de julho, em Aparecida (SP), o IV Encontro Nacional das Paróquias e Santuários Confiados aos Salesianos. Animado pela Rede Salesiana Brasil, o evento teve como intuito refletir sobre a missão e identidade carismática salesiana no universo paroquial. As reflexões e meditações contemplaram a identidade do pároco salesiano, as estatísticas nacionais das paróquias e santuários salesianos, o cenário das juventudes e sua dinamicidade, além de alguns aspectos voltados às perspectivas de desafios éticos-sociais da atualidade.

O Coordenador da Comissão Nacional de Paróquias e Santuários Confiados aos Salesianos e Pároco Reitor do Santuário São José Operário, de Manaus (AM), Pe. Francisco Alves de Lima, comenta seu desejo sobre as ressonâncias do evento: “Que possamos olhar para o futuro com essa missão belíssima que nós abraçamos a partir do nosso carisma salesiano de serviço à igreja, de serviço à juventudes, à catequese, às classes populares e à comunicação”.  

O primeiro dia do evento, sexta-feira (05), teve início com uma missa celebrada por Dom Altieri na capela do hotel. O decorrer do dia contou com 3 temas de discussão: “Pároco e Agente de Pastoral: Identidade Carismática Salesiana”, com Pe. Edson Donizete Castilho, da Inspetoria Nossa Senhora Auxiliadora; “Estatística das Paróquias e Santuários – apresentação dos dados de 2023”, o e “Estatística das Paróquias e Santuários e Plano de Ação da CNPS”, ambas com o Pe. José Paulino, da Inspetoria São João Bosco. No período da noite, todos puderam participar de uma experiência espiritual única por meio de uma visita noturna guiada à Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

Na manhã do sábado (06), a programação iniciou com uma missa celebrada pelo Pe. Ricardo Carlos, seguida de discussões e reflexões sobre o tema “Juventudes & AJS”, com o Pe. Aldir da Silva, da Inspetoria Santo Afonso Maria de Ligório. O período da tarde contou com duas oficinas, uma para cada grupo do evento, tratando dos temas: “Articulação das Juventudes no carisma salesiano”, voltada aos agentes de pastoral, com o próprio Pe. Aldir; e “Sexualidade e Pastoral Juvenil”, voltada aos salesianos presbíteros, com o Pe. Ronaldo Zacharias, da Inspetoria Nossa Senhora Auxiliadora. O dia foi concluído com momentos de partilha e reflexão.

O domingo, último dia do Encontro, contou com uma missa especial celebrada no Santuário Nacional, presidida por Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida. Ainda no período da manhã, os participantes protagonizaram encontros por Inspetorias para o planejamento das atividades Inspetoriais e para a avaliação do evento.

O Diretor Executivo da Rede Salesiana Brasil, Pe. Sérgio Augusto Baldin Júnior, que também participou do evento, conta que a missão dos Santuários e Paróquias salesianas é “acolher a juventude, proporcionar que cada diocese também tenha esse espaço de fortalecimento do olhar para os jovens, principalmente os que mais precisam”, comenta.

O evento contou com a presença de 92 participantes, entre párocos, reitores, vigários e agentes de pastoral de todo Brasil para uma rica troca de experiência e fraterna comunhão sinodal.

“Os frutos já estão sendo colhidos e nós queremos, com toda essa reflexão e esse material, o objetivo principal é elaborarmos o Plano de Ação Nacional para as paróquias e santuários confiados aos salesianos e, assim, trabalhar com ainda mais qualidade e entregar às nossas comunidades aquilo que temos de melhor”, comenta o Presidente da Rede Salesiana Brasil e Referente para as Paróquias e Santuários confiados aos Salesianos, Pe. Ricardo Carlos.

O IV Encontro Nacional das Paróquias e Santuários Confiados aos Salesianos proporcionou aos participantes uma grande oportunidade para aprofundarem seus compromissos com a educação e a pastoral juvenil, enfrentando juntos os desafios e celebrando as conquistas de sua missão em prol das juventudes, fortalecendo as paróquias e santuários confiados aos salesianos pelo Brasil.

Escrito por Janaína Lima e Vinícius 

Foto: Divulgação
08/07/2024

Rio Grande do Norte será a sede do 38ª Nordestão

O Rio Grande do Norte foi anunciado como sede da 38ª edição do Nordestão, os Jogos Escolares Salesianos do Nordeste, que ocorrerá em 2025. O anúncio foi feito durante a edição deste ano dos jogos, realizada de 26 a 30 de junho em Salvador (BA).

Com o tema “Esporte e Fraternidade” e o lema “Esporte e Amizade Tecendo a Fraternidade”, a competição reuniu quase dois mil participantes, distribuídos em 13 modalidades esportivas, representando seis estados, 11 cidades e 14 escolas. A delegação do Rio Grande do Norte contou com 280 atletas, participando de modalidades como futsal, basquete, vôlei, vôlei de praia, natação, judô, dança e ginástica rítmica.

Entre os destaques da delegação potiguar, Lucas Medeiros, do futsal, e Maria Luiza de Morais, do vôlei, foram eleitos os atletas destaque do evento. A jovem atleta Larissa Meroni, de 12 anos, que conquistou a prata no basquete, descreveu a experiência como “uma vitória muito grande. Todas jogaram muito bem e a torcida também estava muito boa. Uma experiência incrível.”

O evento não apenas celebra o esporte, mas também promove a integração e a fraternidade entre os jovens. Inspirado pelos ideais de Dom Bosco e Madre Mazzarello, o Nordestão Salesiano busca ser uma verdadeira Olimpíada para a juventude Salesiana, promovendo um ambiente saudável e inspirador, onde valores como amizade, respeito e solidariedade são cultivados. Além das competições esportivas, o evento inclui diversas atividades que fomentam o espírito comunitário e a integração entre os participantes de diferentes estados.

Padre Ilmário Pinheiro, Diretor dos Colégios Salesianos no Rio Grande do Norte, ressaltou a importância do evento para a região. “Será um importante momento para nossas escolas e para o Rio Grande do Norte, com a atração das famílias e consequente movimentação da economia. Prepare-se para mais um Nordestão inesquecível, onde o esporte, a arte e a fé vão se encontrar em uma celebração única.”

Fonte: O Poti News / Fotos: Divulgação

Foto: Divulgação Costa Branca News
08/07/2024

Estudantes Salesianos promovem Colônia de Férias Missionária

As Obras Sociais Dom Bosco e o Centro Juvenil de Areia Branca estão acolhendo, desde a última quarta-feira (03), uma caravana missionária composta principalmente por jovens das cidades de Parnamirim e Natal (RN), que estão promovendo a Colônia de Férias 2.0.

O grupo é formado por estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio dos Colégios Salesiano Dom Bosco e Salesiano São José. Eles integram a Ação Missionária 2024, cujo tema é “Construtores de Diálogos”, que está em sua terceira edição.
Coordenado pelo Padre Ilmario Pinheiro (SDB), o projeto conta também com a participação de alguns voluntários da Capela Dom Bosco e das pastorais das respectivas escolas.

Além das atividades lúdicas e recreativas da Colônia de Férias, que ocorreram até este sábado (06), e são voltadas para crianças e adolescentes, a caravana participa de momentos de oração e celebração, bem como realiza visitas residenciais em comunidades próximas ao Centro Juvenil para realizar evangelização.

Giovanni Morais, Salesiano de Dom Bosco (SDB), considera a iniciativa muito proveitosa tanto para os jovens a serviço da comunidade, quanto para a promoção do carisma salesiano. “Avaliamos como muito positiva a integração dos jovens voluntários com as crianças na Colônia de Férias. Colaboração, iniciativa e espírito de protagonismo fazem parte desse grupo que é muito coeso”, explicou o religioso que serve em Parnamirim.

A Diretora Executiva das Obras Sociais Dom Bosco, em Areia Branca, Danielly Mendonça, demonstra gratidão e felicidade pelo trabalho realizado. “Essa integração da Rede Salesiana fortalece ainda mais a nossa atuação, que se reflete em benefícios diretos para a nossa comunidade. Todos os voluntários atuam com muito amor aos jovens e estão também em sintonia com Dom Bosco nas orações e principalmente nas ações”, comenta.

Fonte: Costa Branca News / Escrito por Carlos Júnior / Fotos: Divulgação

Foto: ©AGFMA-Roma (disponibilizada pelo Arquivo Geral das FMA)
07/07/2024

Celebração Litúrgica da Beata Maria Romero

Neste 7 de julho, Celebração Litúrgica da Beata Maria Romero Meneses, a memória de uma mulher dedicada à caridade e à evangelização representa bem a missão e o legado desta Filha de Maria Auxiliadora (FMA). Para entender um pouco mais sobre a profundidade de sua influência, Irmã Marianela Fernández Alfaro, FMA que há sete anos trabalha na Casa de Maria Auxiliadora - Obras Sociais Irmã Maria Romero, fundada pela própria Beata, traz um pouco da sua vivência e dedicação à continuidade da missão iniciada pela Irmã Salesiana, cuja causa de canonização está em andamento. 

Irmã Marianela Fernández Alfaro, nascida na Costa Rica, desenvolveu sua vocação religiosa desde cedo. Com especialização em literatura e linguística espanhola e aprofundamento da espiritualidade salesiana, trabalha há sete anos no Centro Histórico Irmã Maria Romero, sediado na Casa de Maria Auxiliadora - Obras Sociais Irmã Maria Romero, na cidade de São José, Costa Rica. Esta foi a primeira casa salesiana que conheceu, desde o ventre materno, pois sua mãe foi fiel colaboradora de Irmã Maria Romero. Através de sua mãe aprendeu a amar, respeitar e confiar sempre na intercessão da Beata. “Viver na Casa de Maria Auxiliadora, e especificamente na documentação de Irmã Maria Romero, é para mim uma honra imerecida, mas que valorizo e agradeço todos os dias ao Senhor e à Virgem”, comenta Irmã Marianela que se dedica a manter vivo o legado da Beata.

CASA DE MARIA AUXILIADORA - OBRAS SOCIAIS IRMÃ MARIA ROMERO
A Casa de Maria Auxiliadora - Obras Sociais Irmã Maria Romero, fundada pela própria Beata, continuam a florescer, oferecendo uma ampla gama de serviços comunitários. O programa “Las Margaritas”, por exemplo, apoia 120 mulheres chefes de família com assistência alimentar, oficinas de desenvolvimento integral e retiros anuais. Além disto, “todos os sábados são atendidas 25 pessoas para ouvi-las e prestar ajuda, mediante agendamento. Portanto são 100 pessoas por mês para ajudar”, conta Irmã Marianela.

De segunda a sexta-feira, o Consultório Médico atende cerca de 300 pessoas por mês, muitas delas migrantes e sem acesso à assistência social. Já a Escola de Orientação Social oferece cursos para 250 mulheres que desejam aprimorar os conhecimentos de: Inglês, Princípios Contábeis, Softwares e Aplicativos, Técnicas de Secretariado, Culinária Nacional e Internacional, Padaria, Estética e Beleza, Corte e Costura e Alta Costura.

Há também um internato que acolhe jovens em situação de risco social. “[As jovens] estudam o ensino secundário no centro educativo que também temos, subsidiado em parte pelo governo. São 120 jovens que não conseguiram concluir o ensino secundário, algumas das quais já maiores de idade, e que recebem uma educação integral com um programa estatal adaptado a esta população”, comenta Irmã Marianela. “Há também uma creche com 25 meninos e meninas. Está em andamento a construção de uma creche que poderá receber um número maior no futuro”, conclui.

Além de todas as ações, há ainda o bazar de roupas a preços muito acessíveis e iniciativas como a Novena de Natal para crianças de 3 a 12 anos, a Festa dos Inocentes para gestantes e bebês de até 2 anos e a Festa de São João Bosco para os adolescentes. Tais ações buscam garantir que a espiritualidade, o bem-estar das pessoas e a comunidade estejam sempre em primeiro plano. “Um modelo de uma pequena igreja sinodal”, comenta Irmã Marianela.

Outra fundação de Irmã Maria Romero é a Associação de Ajuda aos Necessitados (ASAYNE), uma associação dirigida por leigos para construir casas para os mais pobres. Enquanto Irmã Maria viveu, foram construídas três cidadelas.

ÁGUA DA IRMÃ MARIA
Entre as histórias mais fascinantes sobre a Beata está a da "água da Irmã Maria Romero". Em 1955, enquanto ainda estava no Colégio Maria Auxiliadora, em São José, Irmã Maria pediu à Virgem uma água milagrosa, semelhante à de Lourdes. Sua profunda fé resultou em muitos relatos de curas e conversões. Quando se mudou para a Casa de Maria Auxiliadora em 1959, continuou-se a fornecer essa água, que se tornou um símbolo de sua confiança e devoção.
“A água vinha do mesmo cano, tanto que quando se mudou para esta casa, em 1959, continuou a fornecer a água, o que a tornou maravilhosa foi a fé de Irmã Maria: os milagres de cura e conversão foram muitos. Doze anos depois, em 1967, quando estava em construção o Consultório Médico, o poço que abastecia a construção do edifício secou. Era urgente conseguir água. Irmã Maria, depois de ter rezado profundamente, com os olhos fechados, caminhando entre os escombros, apoiada em um dos operários, e como se procurasse com uma vara, pedindo à Virgem que lhe inspirasse onde deveria marcar, disse: ‘Aqui!’, e ali cravou o bastão. Começaram a cavar o poço e a apenas 10 m encontraram água! Enviaram-na para ser examinada e revelou-se que era ‘água potável!... perfeita!’. Desde essa data, esta é a água da Virgem que se derrama nesta casa”, conta Irmã Marianela.

LAS “MISIONERITAS”, AS PEQUENAS MISSIONÁRIAS
O trabalho missionário de Irmã Maria Romero foi vasto e impactante. Ela não apenas criou oratórios e grupos de evangelização na periferia da cidade, mas também liderou missões anuais em zonas remotas do país. Seu famoso grupo das "Misioneritas" levava alimento, esperança e a mensagem da fé de porta em porta, preparando famílias para os sacramentos e entronizando a Virgem Maria e o Coração de Jesus em lares por toda a Costa Rica. “Com o seu famoso grupo de “Misioneritas”, fundado em 1939, com as jovens do coral e outras pessoas que aderiram, conseguiram ir de casa em casa para evangelizar, para dar comida, para levar esperança; mas este ardor não se limitava à cidade: mas uma vez por ano faziam missões a zonas remotas do país, com todos os inconvenientes daquela época. Entronizaram a Virgem e o Coração de Jesus em milhares de famílias. Preparavam-se para os sacramentos: batismo, confissão, primeira comunhão, crisma e até matrimônio. O da mihi animas (ndr. Dai-me almas) de Irmã Maria foi assimilado por estas pequenas missionárias”, conta Irmã Marianela.

LEGADO DE FÉ E CARIDADE
O testemunho de Irmã Angelita Marcolin, missionária italiana que trabalhou de perto com Irmã Maria, sintetiza o legado da Beata: "Para que a obra de Irmã Maria (da Virgem) prospere e seja eficaz, são necessárias almas que vivam em constante intimidade com o Senhor, como a própria Irmã Maria viveu. Além disso, é necessária absoluta convicção de que a Divina Providência age e que Maria Santíssima é a única Rainha e Senhora".

O legado de Irmã Maria Romero é um grande e rico exemplo de amor ao próximo, devoção e fé. Sua influência continua a tocar vidas, e a Casa de Maria Auxiliadora permanece um farol de esperança e caridade.

Escrito por Janaína Lima

Foto: Salesianos Aracaju
05/07/2024

Nordestão Salesiano 2024: Celebrando o esporte e a fraternidade em Salvador

O Nordestão Salesiano, maior evento esportivo do Brasil salesiano, este ano foi realizado em Salvador, BA. Toda a comunidade educativo-pastoral se preparou, para o evento que aconteceu nos dias 26 a 30 de junho. 

Em meio às cores vivas e à alegria contagiante de Salvador, foi um evento marcante que enfeitou a cidade e a rotina da Comunidade Educativa Pastoral: o Nordestão Salesiano 2024. Sob o tema "Esporte e Fraternidade", este encontro extraordinário reuniu aproximadamente 1.200 jovens atletas das casas salesianas do Norte e Nordeste, com uma adição especial nesta edição: a participação de uma casa salesiana de Brasília.

De 26 a 30 de junho, a capital baiana foi palco dessa celebração única, onde os valores do esporte se entrelaçarão com os princípios de fraternidade e união.

A inclusão de uma casa salesiana de Brasília neste evento não apenas amplia as fronteiras esportivas dos participantes, mas também enriquece o intercâmbio cultural, fortalecendo os laços de amizade e solidariedade entre jovens de diferentes cidades, estados e regiões do país.

Em Salvador, terra da felicidade, esses jovens tiveram a oportunidade única de compartilhar suas paixões, experiências e culturas, unidos pelo amor ao esporte e pela busca da excelência.

Nas casas salesianas, o esporte não é apenas uma atividade recreativa; é uma prática essencial na formação integral dos(as) jovens. É também mediante o esporte que reforçamos valores fundamentais como trabalho em equipe, respeito mútuo, disciplina e superação de desafios. E ali, nas quadras, na piscina, no palco, no tatame, os jovens aprendem a importância do esforço, da dedicação e da resiliência - lições que os acompanharão ao longo de suas vidas.


O Nordestão Salesiano 2024 é mais do que uma competição esportiva; é uma celebração da diversidade, da amizade e do espírito salesiano que permeia cada atividade realizada nas casas salesianas. É uma afirmação da crença de que, através do esporte, podemos construir um mundo mais justo, solidário e fraterno e fazer o sonho de Dom Bosco permanecer vivo na busca da formação de “bons cristãos e honestos cidadãos”.

O QUE É O NORDESTÃO SALESIANO?
Considerado o maior evento esportivo das escolas da Rede Salesiana Brasil (RSB), o Nordestão Salesiano é realizado desde 1984, reunindo alunos-atletas das instituições de ensino da RSB em toda a região Nordeste, ou seja, tanto das escolas ligadas à Inspetoria São Luís Gonzaga (SDB), quanto das ligadas à Inspetoria Maria Auxiliadora (FMA).

Anualmente, centenas de jovens provenientes das casas salesianas da região participam de competições em modalidades como voleibol, futsal, basquete, judô, natação e karatê, entre outras. Além dos jovens atletas e de seus professores e treinadores, o Nordestão Salesiano também mobiliza as famílias dos atletas, centenas de voluntários e toda a comunidade educativo-pastoral das escolas que recebem o evento – a cada ano, ele é realizado em um Estado diferente do Nordeste.

Você pode acompanhar as notícias sobre o Nordestão Salesiano 2024 no portal do Boletim Salesiano, ou no site da Inspetoria Salesiana São Luiz Gonzaga.

Escrito por Rodrigo Silva, Coordenador de Esportes do Liceu Salesiano de Salvador / Fonte: Boletim Salesiano

 

Foto: Acervo pessoal de Phelipe Sales e Inspetoria Salesianas mencionadas
05/07/2024

RSB marca presença no Festival ABCR 2024

Nos dias 01 e 02 de julho, em São Paulo, aconteceu o Festival ABCR 2024, o mais importante evento de captação de recursos da América Latina e um dos maiores do mundo. O festival buscou conectar profissionais de captação de recursos, líderes e inovadores do Terceiro Setor, oferecendo mais de 70 palestras, 5 eixos temáticos, além de sessões de mentoria e uma abrangente área de exposições. Como preparação para este grande momento dos dias 01 e 02 de julho, aconteceram masterclasses nos dias 29 e 30 do mês anterior.

A Rede Salesiana Brasil (RSB) contou com uma expressiva participação no evento. A partir da parceria com a ABCR, os participantes salesianos receberam um desconto especial, possibilitando a participação de 25 colaboradores de todo o Brasil: 1 representante do escritório nacional da RSB, o Captador de Recursos da União Pela Vida (UPV), Phelipe Sales, 17 representantes da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, 4 da Inspetoria São Pio X, 1 da Inspetoria São Luiz Gonzaga e 2 da Inspetoria Maria Auxiliadora. “A Inspetoria de São Paulo organizou camisetas personalizadas para o evento, incentivando a participação e criando um senso de comunidade”, conta Phelipe Sales.

A participação dos colaboradores salesianos no Festival ABCR teve como objetivo principal capacitar as equipes para compreenderem as melhores práticas e estratégias do setor de captação de recursos, fortalecendo a rede de captação e aumentando a eficiência das campanhas em todo o Brasil. Além disso, a parceria com a ABCR visou facilitar o acesso ao conhecimento e ao networking, crucial para o sucesso das ações de captação. Consequentemente, os aprendizados proporcionados pelo Festival serão disseminados nas respectivas regiões das Inspetorias, beneficiando inúmeras obras sociais salesianas e projetos apoiados pelas mesmas.

"Participar do Festival ABCR foi uma experiência transformadora. As masterclasses e palestras ampliaram nossa visão sobre as possibilidades de captação de recursos e a troca de experiências com outros profissionais foi extremamente enriquecedora, além disso representar uma comitiva de mais de 25 pessoas, mostra nosso compromisso com a vontade de aprender e profissionalizar nosso setor", comenta Phelipe Sales, que também contribuiu para os aprendizados e partilhas do evento ministrando a palestra “Mapeando a captação de recursos - cenários e possibilidades”.

No dia 03 de julho, após o Festival, porém dando continuidade às ações iniciadas por ele, Phelipe Sales e Jaqueline Maria de Oliveira, representando a Inspetoria Salesiana São Luiz Gonzaga, visitaram a Obra Social Dom Bosco de Itaquera para conhecer suas atividades e ver de perto os inúmeros serviços prestados pela presença salesiana em prol das juventudes em situação de vulnerabilidade da região.

Na manhã seguinte (04), foi promovido um momento de ressonância com os participantes do Festival: “Fizemos uma reunião on-line de ressonâncias e aprendizados com todos os participantes, para discutir as práticas que podem ser implementadas em nossas respectivas regiões”, conta Phelipe. A Ação Social Salesiana, juntamente com a União pela Vida (UPV), seu setor de Captação de Recursos, empreende seus melhores esforços para fortalecer a cada dia mais a atuação de suas equipes pelo Brasil em prol de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade e risco social. Participar de eventos como o Festival ABCR 2024, fortalece o compromisso da Rede Salesiana Brasil com as juventudes e com a missão deixada por Dom Bosco e Madre Mazzarello.

Escrito por Janaína Lima 

Foto: Divulgação
04/07/2024

CSF - Pilar da Formação Continuada na RSB

O Centro Salesiano de Formação (CSF), serviço de formação continuada da Rede Salesiana Brasil (RSB), destaca-se como um exemplo notável de compromisso com a qualificação e desenvolvimento dos educadores e colaboradores salesianos. Sua missão é promover, assessorar e integrar processos formativos dos atores salesianos (Salesianos de Dom Bosco - SDB, Filhas de Maria Auxiliadora – FMA, leigos e leigas) das Comunidades Educativo-Pastorais Salesianas (CEPS), além das Equipes da Pastoral Juvenil, da Associação dos Cultores de História Salesiana (ACSSA) e dos grupos da Família Salesiana.

A formação continuada é vista pela Rede Salesiana Brasil não apenas como uma necessidade, mas como um elemento essencial para a construção, disseminação e aplicação do conhecimento dentro das CEPS. Ao valorizar esta dimensão, a RSB não só aprimora a qualidade educacional oferecida, mas também fortalece a identidade salesiana entre seus membros.

Os objetivos principais do CSF incluem o desenvolvimento de propostas integradas de educação continuada para os atores das CEPS, dentro das áreas programáticas de Escolas, Ação Social e Comunicação, que são estabelecidas anualmente no Plano Integrado de Formação da RSB. A qualificação das propostas formativas é pautada pelas orientações institucionais e pelo acompanhamento sistemático dos processos formativos, o que visa subsidiar o aprimoramento contínuo e consolidar a cultura de formação continuada, a partir de diretrizes metodológicas que enfatizam a inovação, a colaboração e o respeito à diversidade, sempre sob a perspectiva da identidade salesiana. Este foco na identidade é crucial, pois fortalece as relações dialógicas entre os integrantes da RSB, fazendo com que cada membro se sinta parte de uma rede maior, capaz de pensar e atuar coletivamente.

FORMAÇÃO A DISTÂNCIA
Em 2015, o CSF deu um passo significativo ao criar seu Ambiente Virtual de Aprendizagem, uma plataforma on-line que oferece aos educadores acesso a cursos, eventos e subsídios de formação. Esta iniciativa tem ampliado as possibilidades de formação continuada, permitindo que educadores de diferentes regiões do país participem de processos formativos de alta qualidade, sem a necessidade de deslocamento físico.

PROJETOS FORMATIVOS
As ações formativas do CSF são compostas por uma variedade de projetos, incluindo cursos de aperfeiçoamento e extensão em diversas áreas e cursos de capacitação focados em temas de interesse das inspetorias. As temáticas prioritárias incluem salesianidade, pastoral, gestão, comunicação e educação, áreas essenciais para o desenvolvimento integral dos educadores salesianos.

O Centro Salesiano de Formação da Rede Salesiana Brasil exemplifica um compromisso profundo com a educação continuada, refletindo a essência da missão salesiana de formar não apenas educadores competentes, mas também cidadãos comprometidos com os valores e princípios que guiam a obra de Dom Bosco e Madre Mazzarello. Através de suas ações, o CSF não apenas eleva a qualidade educacional, mas também fortalece a identidade e a coesão da comunidade salesiana, preparando-a para enfrentar os desafios educacionais com inovação, colaboração e um profundo respeito pela diversidade.

Escrito por Janaína Lima

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
04/07/2024

Vem aí o IV Encontro Nacional das Paróquias e Santuários

Nos dias 05, 06 e 07 de julho, a cidade de Aparecida (SP) será o palco do IV Encontro Nacional das Paróquias e Santuários Confiados aos Salesianos. O evento, que ocorrerá no Hotel Rainha dos Apóstolos, tem como objetivo principal estudar os desafios e articular as oportunidades do trabalho educativo-pastoral salesiano junto aos santuários e paróquias.

“A nossa expectativa, minha expectativa, como também dos outros delegados das Inspetorias que compõem a Comissão Nacional de Paróquias e Santuários, é justamente dar continuidade a este trabalho de rede, reforçando a nossa identidade [...] e ter um maior conhecimento da realidade da missão Salesiana neste âmbito, no âmbito paroquial, além de apontar perspectivas e linhas de ação para a elaboração do nosso plano de ação”, comenta o Coordenador da Comissão Nacional de Paróquias e Santuários Confiados aos Salesianos e Pároco Reitor do Santuário São José Operário, de Manaus (AM), Pe. Francisco Alves de Lima, mais conhecido como Pe. Chicão.

“A nossa identidade e a nossa missão como santuários e paróquias salesianas é sempre acolher a juventude, proporcionar que cada diocese também tenha esse espaço de fortalecimento do olhar para os jovens, principalmente os que mais precisam, mais vulneráveis e também uma pastoral que assegure o desenvolvimento das famílias e o desenvolvimento também de toda a evangelização”, diz o Diretor Executivo da Rede Salesiana Brasil (RSB), Pe. Sérgio Augusto Baldin Júnior, que também participará do Encontro.

Com um cronograma repleto de atividades, o evento terá início na sexta-feira (05), com uma missa celebrada por Dom Altieri na capela do hotel. O primeiro dia contará com 3 temas de discussão: “Pároco e Agente de Pastoral: Identidade Carismática Salesiana”; “Estatística das Paróquias e Santuários – apresentação dos dados de 2023” e “Estatística das Paróquias e Santuários e Plano de Ação da CNPS”. Já a primeira noite do evento promete uma experiência espiritual única com uma visita noturna guiada à Basílica de Aparecida.

Na manhã do sábado, a programação inicia com uma missa celebrada pelo Pe. Ricardo Carlos, seguida de discussões e reflexões sobre o tema “Juventudes & AJS”. O período da tarde contará com duas oficinas, uma para cada grupo do evento, tratando dos temas: “Articulação das Juventudes no carisma salesiano”, voltada para os agentes de pastoral; e “Sexualidade e Pastoral Juvenil”, voltada para os salesianos presbíteros. O dia será concluído com momentos de partilha e reflexão, proporcionando aos participantes a oportunidade de troca de experiências e fortalecimento dos laços comunitários.

O domingo, último dia do Encontro, reserva uma missa especial a ser celebrada no Santuário Nacional. No período da manhã, os participantes protagonizarão encontros por Inspetorias para avaliação do evento.

“Além da partilha de experiências, da formação permanente, da partilha do trabalho cada vez mais reforçado em conjunto entre salesianos e leigos, a Congregação Salesiana aqui no Brasil tem dado uma importante colaboração no âmbito da vida paroquial e a Rede Salesiana quer então nos ajudar a cada vez mais confirmar a nossa identidade e a nossa missão, a fim de que possamos também colaborar na Igreja com o carisma salesiano”, conclui Pe. Chicão.

O IV Encontro Nacional das Paróquias e Santuários Confiados aos Salesianos é uma oportunidade única para os salesianos aprofundarem seu compromisso com a educação e a pastoral juvenil, enfrentando juntos os desafios e celebrando as conquistas de sua missão. Com um enfoque especial nas juventudes e na articulação pastoral, o evento promete fortalecer as paróquias e santuários confiados aos salesianos, promovendo um trabalho pastoral ainda mais eficaz e significativo.

Escrito por Janaína Lima / Foto: Divulgação

Siga a RSB nas redes sociais:

2024 © Rede Salesiana Brasil